Funcionário do DHS: “Você Nunca Vai Saber” Se As Novas Luzes de Rua Estavam Espionando Você

Vice da Segurança Interna evoca 1984 de Orwell

Paul Joseph Watson
Prison Planet.com
Terca-feira 8 de novembro
de 2011

Detalhes acerca das luzes de rua financiadas pelo governo federal que servem como dispositivos de vigilância onipresentes não estão ficando menos assustadores. Um vice-diretor da Segurança Interna disse à FOX Charlotte, “ você nunca vai saber ” se a Grande Irmã estava observando, uma frase que não ficaria deslocada em 1984 de George Orwell.


E não estamos só dizendo isso para fazer drama – a idéia de que você nunca poderia ter a certeza ou não de que o Grande Irmão estava observando você e a impressão de estar constantemente sob suspeita é um tema dominante na distópica novela de 1949, que mostrava um estado totalitário em que a população é mantida sob vigilância constante do governo.

Se a cidade instalou luzes de rua com capacidades de vigilância… você nunca vai saber ”, teria dito o vice-chefe da Segurança Interna de Charlotte segundo a Fox. 

Assim como os habitantes da Oceania tinham teletelas que vigiavam todos os seus movimentos, gravavam suas conversas e exibiam mensagens de propaganda, está previsto aos americanos serem tratados da mesma maneira com o uso das luzes de rua ‘inteligentes’, que agora estão sendo instaladas nas principais cidades do país.

E, assim como Winston Smith era incentivado pela teletelas para informar sobre os criminosos do pensamento, essas luzes de rua vão exibir mensagens de Janet Napolitano estimulando aos americanos informarem sobre as “ atividades suspeitas ” de cada um.

Mas, ao contrário de Orwell em 1984, as Intellistreets não dependerão de crianças denunciando seus pais por fazerem declarações subversivas, a capacidade de gravação de conversas privadas do sistema tornaráeste processo muito mais eficiente.

A reportagem da FOX Charlotte também divulga também um novo modo pelo qual as luzes de rua serão usadas para ficar de olho nos americanos que se atreverem a sair de casa. O sistema está ligado diretamente com a polícia local. Se os sensores nas luzes de rua captarem qualquer movimento em certas horas do dia, as autoridades são alertadas, o que torna a aplicação de toques de recolher muito mais fácil.

Uma vez que os fabricantes dos dispositivos tem explorado a onda de publicidade, com o pontapé inicial dado pela nossa históriapara salientar o quanto as luzes de rua podem ser usadas na “ segurança interna ” com o propósito de “ manter as pessoas seguras ” ao mesmo tempo em que economiza energia, o governo federal imediatamente proclamou que elas são duplamente boas ” e agora elas estão sendo instaladas em grandes cidades como Detroit, Chicago e Pittsburgh com uma ajuda financeira do Departamento de Energia. 

*********************

Paul Joseph Watson é o editor e redator do PrisonPlanet.com. Ele é o autor de Order Out Of Chaos. Watson também é um apresentador ocasional do Alex Jones Show. 

About these ads

5 respostas para Funcionário do DHS: “Você Nunca Vai Saber” Se As Novas Luzes de Rua Estavam Espionando Você

  1. M. A. disse:

    Rorschachbr vi que você postou no blog Overdextra e gostaria de alertá-lo para o seguinte: aquele blogueiro é desonesto até a medula. Quando ele vê que não tem capacidade de refutar determinados comentários, ele os exclui. Perder tempo com gente assim é bater palma pra maluco dançar. No tópico intitulado “Ainda a seita herética judaica do Cristianismo — e seus apologistas xaropes”, eu postei um comentário pedindo que ele ou alguém citassem nomes de intelectuais vikings do trevoso período histórico conhecido como Alta Idade Média. Questionei isso porque no tópico “Vídeo: o deus hebraico encomendando o assassinato de Isaque” apareceu um cara atribuindo a decadência cultural pós-queda do império romano muito mais às invasões bárbaras do que ao cristianismo. Depois levantou a questão da “sofisticação intelectual” dos vikings (que se cristianizaram lá pelo século XI d.C.). Ora, se os cristãos estragaram a vida intelectual do Ocidente, os povos bárbaros que não tiveram contato com eles teriam muito mais a oferecer, concorda? Mas o “pool” genético do vikings e a sua cultura não foram capazes de produzir filósofos, astrônomos ou matemáticos naquela época. Já os islâmicos (que o Dextra tanto odeia) tiveram nomes como Al-Kindi, Averrois e Avicena. E a produção intelectual dos povos bárbaros europeus não cristãos, onde está? Essa pergunta o cara se recusa a responder. Eu até “printei” um comentário antes de enviar para o blog no tópico “Respondendo a uma crítica razoável”. O sujeito não publicou. Se quiser, entre em contato por email, que eu lhe passarei o print, para provar que não estou mentindo.

    Publicar ou não este comentário fica a seu critério. Só pretendo alertá-lo.

    • rorschachbr disse:

      Agradeço o aviso e até o momento não tive comentário recusado e se tiver, como fez o Reinaldo Azevedo quando não soube me responder ao solicitá-lo mostrar a prova de que o homossexualismo é genético, não enviarei mais comentários. Aproveito para convidá-lo a ler os artigos do blog e deixar sua opinião.

  2. rqautonomo@gmail.com disse:

    Ok. Seu blog aborda temas interessantes. Valeu!

  3. M. A. disse:

    Cometi um ato falho e acabei escrevendo o email. Mas, não tem importância. Essa conta é meio fantasma.

  4. Enok disse:

    Resta saber se a população vai engolir esse papo de que essa vigilância tiranica e para o seu proprio bem

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: