Teria o vazamento por um laboratório causado a pandemia de gripe suína?

http://www.independent.co.uk/news/science/did-leak-from-a-laboratory-cause-swine-flu-pandemic-1724448.html

Mesma variante da influenza foi liberada por acidente três décadas atrás

Por Steve Connor, Editor de Ciência

Terça-feira, 30 de Junho de 2009

Ela tem varrido o mundo todo matando pelo menos 300 pessoas e infectando outros milhares. No entanto, a pandemia de gripe suína poderia não ter acontecido caso não tivesse sido acidentalmente liberada uma mesma variante do vírus da gripe por um laboratório de investigação no final dos anos 1970, segundo um novo estudo.

Cientistas investigando a constituição genética dos vírus da gripe concluiram que existe uma alta probabilidade de que a variante H1N1 da influenza “A” por trás da atual pandemia poderia nunca ter sido reintroduzida na população humana se não fosse por um vazamento acidental de um laboratório trabalhando  na mesma variante em 1977.

Um cientista segura um reagente anti-vírus. Cerca de 6.000 britânicos foram infectados com a atual variante do H1N1

Um cientista segura um reagente anti-vírus. Cerca de 6.000 britânicos foram infectados com a atual variante do H1N1

Ontem, o Departamento de Saúde anunciou um novo aumento no número de casos na Grã-Bretanha com outros 1.604 confirmados durante o fim de semana, e a morte de uma garota de Birmingham com complicações médicas subjacentes; a terceira morte na Grã-Bretanha relacionada a problemas com a gripe suína.

Cerca de 6.000 britânicos já foram infectados com a variante influenza “A”(H1N1) da gripe suína. Mas, dois pesquisadores médicos acreditam que esta variante do vírus havia sido extinta na população humana por mais de 20 anos até que ela foi involuntariamente reintroduzida por cientistas que trabalhavam em um laboratório de pesquisas em algum lugar do mundo, levando a uma pandemia que teve início em 1977 na Rússia e na China.

“Estudos meticulosos sobre a origem genética do vírus de 1977 mostraram que ela estava estreitamente relacionada com uma variante de 1950, mas diferentes da influenza” A “(H1N1) das s variantes de 1947 e 1957. Esta descoberta sugere que a variante do surto de 1977 tinha sido preservada desde 1950. O ressurgimento foi provavelmente um vazamento acidental de uma fonte laboratorial “, segundo o estudo publicado no New England Journal of Medicine.

Shanta Zimmer e Donald Burke, da Universidade de Pittsburgh na Pensilvânia disseram que a influenza “A”(H1N1) desapareceu completamente entre seres humanos após uma pandemia de uma outra variante de gripe em 1957. O H1N1 não era detectado na fiscalização anual até um surto de gripe suína H1N1, em Janeiro de 1976 em uma base do Exército dos EUA em Fort Dix,  Nova Jersey.

Este surto afetou 230 militares, matando uma pessoa, mas foi contido com sucesso e foi quase com certeza causada pela transmissão direta da gripe suína através de porcos. No entanto, a ansiedade global causada pela manifestação em Fort Dix levaram a uma onda de pesquisas sobre o H1N1 em todo o mundo, com experiências em amostras congeladas do vírus armazenadas em laboratórios desde a década de 1950, disse a Dra. Zimmer.

“Eu imagino que a maioria dos laboratórios de pesquisa em influenza tinha a variante de 1950. Nós não podemos apontar realmente qual laboratório a possuia ou acidentalmente a liberou, mas o ressurgimento do H1N1 em 1977 possivelmente foi uma pandemia causada pelo homem”, disse ela.

É um lembrete de que precisamos de ser constantemente vigilantes em termos de procedimentos laboratoriais. O vírus ser idêntico ao da atual pandemia não poderia teria ocorrido porque um de seus componentes vem da variante H1N1 de 1977 -, mas isso não quer dizer que não poderíamos ter um outro vírus causando uma pandemia

Uma das mais prováveis rotas para o vazamento do vírus da década de 1950 é que trabalhadores do laboratório foram infectados acidentalmente e, em seguida infectaram familiares e amigos,explicou a Dra. Zimmer. Após a epidemia de 1977, a variante H1N1 da gripe anualmente reaparecia como uma gripe sazonal, mas este ano ela sofreu uma mutação genética radical para se transformar em uma outra variante pandêmica.

O professor John Oxford do Royal London Hospital disse que a libertação acidental da variante de 1950 do H1N1 em 1977, é totalmente plausível, mas pode ter sido uma coisa boa, uma vez que muitos idosos vivendo hoje podem ter adquirido um certo grau de imunidade a atual pandemia. “Nós podemos considerar isso agora como um golpe de sorte”, disse ele.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: