Remédios Antidepressivos submetem as pessoas a uma “Situação Induzida por Drogas”

David Gutierrez
Natural News
Segunda, 23 de novembro de 2009

Ao contrário da idéia promovida pelas indústrias de medicamentos e psquiátrica, remédios psiquiátricos não funcionam corrigindo um desequilíbrio químico no cérebro, escreveu recentemente Joanna Moncrieff, do Colégio Universitário de Londres,em um artigo de opinião para a BBC. Em vez disso, esses remédios unicamente colocam as pessoas em uma ” situação induzida por drogas  ” o que torna mais difícil para elas sentirem os sintomas da sua doença.

” Revistas, jornais, organizações de pacientes e sites da Internet, todos tem divulgado a idéia de que condições como depressão, ansiedade, esquizofrenia e transtorno bipolar podem ser tratadas com drogas que ajudam a corrigir um problema subjacente do cérebro … como um diabético que precisa tomar insulina, ” escreve Moncrieff.  ” O problema é que há pouca justificativa para essa visão.”

Moncrieff observa que antes da década de 1950, funcionários da saúde mental em grande parte consideravam antidepressivos como drogas psicoativas, essencialmente sedativas, que aliviavam os sintomas da depressão sem tratar a causa principal – tanto quanto os remédios sem prescrição podem deter uma coriza, sem afetar o vírus do resfriado. Este ponto de vista foi finalmente substituída pela idéia de que depressão, esquizofrenia, ansiedade e outras condições de saúde mental resultam de desequilíbrios químicos no cérebro, os quais podem ser corrigidos pela ” pílula mágica¹ ” adequada.

” No entanto, essa transformação não foi baseada em nenhuma prova convincente “, diz ela.

Moncrieff defende a antiga visão de que ” as drogas usadas na psiquiatria são drogas psicoativas, como álcool e maconha. Elas afetam a todos, independentemente de possuírem ou não um transtorno mental. ”

Antipsicóticos, observa ela, mudam as emoções e pensamentos das pessoas, o que pode reduzir os efeitos da psicose como um efeito colateral. Remédios anti-ansiedade são calmantes do sistema nervoso central, como o álcool.

” Se você disser as pessoas que nós não temos nenhuma idéia do que está acontecendo em seus cérebros, mas que elas poderiam tomar um remédio que faria com que se sentissem diferentes e poderia ajudar a reprimir seus pensamentos e sentimentos, então muitas pessoas poderiam optar por evitar tomar remédios, se pudessem “, escreve ela. ” As pessoas precisam fazer sua própria cabeça. “ 

¹ No original magic bullet ( bala mágica ).Optei por usar a palavra pílula para uma melhor compreensão, já que bala nos faz lembrar mais de armas do que comprimidos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: