Arquivos Descobertos Incluem “Regras” Para Campanha de Controle Mental em Massa

http://www.infowars.com/unearthed-files-include-rules-for-mass-mind-control-campaign/

Jurriaan Maessen
Infowars
25 de novembro de 2009

Hackeado por uma ou mais pessoas desconhecidas, o material descoberto no servidor principal da Unidade de Pesquisas Climáticas da Universidade de East Anglia revela um arquivo zip de 62 MB confirmando o que já era descaradamente evidente, a saber, que os dados tem sido forjados para convencer o público desavisado de que ” o debate¹ está encerrado. ”

O computador central invadido não só estava lotado com a tentativa clara de condenar ao ostracismo os cientistas que não seguem cegamente o líder, os arquivos ainda revelam que o pessoal do IPCC usou ou considerou usar uma campanha de desinformação através de uma ” agência de comunicação ” chamada Futerra.

A agência descreve-se como “a agência de comunicação da sustentabilidade” e trabalha para players globais como Shell, Microsoft, BBC, o Programa Ambiental da ONU, o governo britânico,e a lista continua.O co-fundador da Futerra, Ed Gillespie, explica:

“Para as marcas terem êxito nesta nova ordem mundial, elas terão de se tornar campeãs em ecologia, ética e bem-estar.”

O documento incluído na arca do tesouro do climategate² é chamado de “Regras do Jogo” e mostra a fraude intencional por parte da agência, para garantir que o debate fosse entendido como se já estivesse encerrado de fato. Quando os fatos não convencerem, eles concluiram, vamos apelar para as emoções a fim de terminar o trabalho.

Delineando as ” Regras do Jogo ” no que diz respeito às estratégias de comunicação da mudança climática, a Futerra considera estas regras como um ” primeiro passo usando um sofisticado modelo para a mudança de comportamento e evidências abrangentes de todo o mundo para mudar as atitudes em relação as mudanças climáticas “.

” Precisamos pensar radicalmente “, proclamam os autores, ” e as Regras do Jogo são um sinal de que as campanhas do futuro não serão como os ” negócios habituais. ”

A primeira regra conforme descrito por Futerra é chamada de “Detonar os Mitos”. Partindo do ponto de que qualquer empresa que pretenda vender o aquecimento global deve ser cautelosa no uso do Medocard :

” O medo pode criar apatia se os indivíduos não têm ‘um agenciamento’ para agir de acordo com a ameaça. Use o medo com grande cautela. ”

Arrogantemente afirmando para ” Esquecer os detratores das mudanças climáticas “, o documento prossegue dizendo que “Aqueles que negam a ciência da mudança climática são irritantes, mas sem importância “. Futerra enfatiza também que ” Não há ‘homem racional’ ” e que ” A informação não pode trabalhar sozinha “.

A segunda regra a qual todos devem obedecer é ” uma nova maneira de pensar “. ” Uma vez que nós tenhamos eliminado os mitos “, o relatório continua a dizer, ” há espaço para novas idéias.” Estas incluem:

“A mudança climática deve estar no ‘ inconsciente coletivo ‘ antes dos trabalhos de persuasão “, Futerra diz.” Atualmente, dizer ao público para se informar sobre as mudanças climáticas é tão bem sucedido como vender absorventes para homens” e que ” as pessoas não percebem (ou lembram) que as mudanças climáticas relacionam-se com elas “.

Outra: ” Usem manipuladores e aprendizagem social “.Futerra propõe mirar nos ” formadores de opinião ” para persuadirem as pessoas a reconhecerem as mudanças climáticas como uma legítima ameaça para elas:”as pessoas aprendem através de interação social,e algumas pessoas são melhores professores e formadores de opinião que outras.Cooptar estas pessoas vão garantir que as mensagens pareçam mais confiáveis e sejam transmitidas de forma mais eficaz. ”

Sob o cabeçalho da terceira “regra”, “interligando políticas e comunicações” é afirmado que “todos devem usar uma explicação clara e consistente sobre as mudanças climáticas” e “as mensagens e políticas do governo sobre as alterações climáticas devem ser coerentes.” Certamente. Se a mentira é para ser vendida eficazmente, todos eles devem transmitir a mesma mentira.A melhor forma de vender isto?

– ” Fabricar uma autoridade reconhecida em matéria de mudanças climáticas confiável e verossímil.³ ”

– ” Usar emoções e imagens: uma outra ferramenta clássica de marketing : mudança de comportamento através da disseminação de informações nem sempre funciona, mas as emoções e imagens geralmente funcionam “.

Parece que as pessoas tem ouvido. A propaganda do aquecimento global é grosseira, com imagens apocalípticas, variando de ursos polares rumo a extinção a uma grande família de furacões assolando o território dos Estados Unidos.

Por último mas não menos importante, o velho truque de Edward Bernays está sendo proposto, o poder da repetição:

“As mensagens devem ser mantidas ao longo do tempo: todas as mais bem sucedidas campanhas de sensibilização do público foram mantidas consistentemente por muitos anos.”

De fato eles tem mantido. A boa notícia é que, com a divulgação dos recentes documentos e e-mails, as mentiras estão sendo expostas em um ritmo tão rápido, que a propaganda vai encontrar dificuldades em ser mantida.

 ¹ O debate é sobre a veracidade da existência de um aquecimento global e se de fato é causado pela ação do ser humano.

² Climategate é como foi apelidado o caso da revelação destes documentos na Universidade de East Anglia, como é de costume em grandes escândalos internacionais.

³ Este papel é sem dúvida representado por Al Gore.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: