EUA Dizem Para América do Sul Calar Sobre A Legalização das Drogas

Por Scott Morgan, 28 de Fevereiro de 2012, 09:58

A secretária da Segurança Interna, Janet Napolitano tem uma mensagem para todos os que pensam que a guerra às drogas é ruim: você está errado, ela é incrível.

(Reuters) – A secretária da Segurança Interna, Janet Napolitano, defendeu a estratégia de Washington de guerra às drogas na Segunda-Feira, apesar dos apelos de alguns líderes latino-americanos para considerar a descriminalização dos narcóticos.

Eu não concordo com a premissa de que a guerra às drogas é um fracasso ”, disse Napolitano. “ É um esforço permanente para proteger nossa gente de tornar-se viciada em drogas perigosas ”. [ Reuters ]

Ok, mas o que essas duas frases tem a ver uma com a outra? Sim, nós sabemos que a guerra às drogas é “ um esforço permanente para proteger nossa gente de tornar-se viciada em drogas perigosas [e maconha], ” mas eu não entendo o que isso tem a ver com ser ou não um fracasso. Isto é como dizer: “ Eu não concordo com a premissa de que o amianto é tóxico. Ele é um material usado para isolar edifícios. ”

Então, em um sentido metafórico, você poderia dizer que a política de drogas americana é feita de amianto, e Janet Napolitano recebeu a divertida tarefa de convencer um punhado de frustrados líderes estrangeiros de que a doença e a morte que os rodeia atualmente foram causadas por algo diferente daquilo que está evidentemente causando isso.

É uma situação ridícula aceitar alguns argumentos realmente ridículos, como Napolitano absurdamente compar o chefão mexicano das drogas Joaquin “ Shorty ” Guzman a Osama Bin Laden:

Levamos 10 anos para encontrar (o chefe da Al Qaeda) Osama bin Laden e nós o encontramos, e vocês sabem o que aconteceu lá, ” disse Napolitano.

Sim, mas o fato de que esses barões da droga são tão escorregadios como Osama f#$king Bin Laden não deveria inspirar confiança. Falando sério, eu nem mesmo sei qual o suposto argumento dela, porque deve ser muito mais do que óbvio para os líderes latino-americanos de que nós não temos equipes SEAL suficientes para rastrear e matar cada aspirante a chefe do tráfico por todo o globo. Seus serviços, ao contrário de Bin Laden, são verdadeiramente populares com grande parte do público americano.

Apelos pela legalização na América Latina vão ficar mais fortes quanto mais tempo essa idiotice continuar, e não deve surpreender ninguém que os últimos esforços do governo dos EUA para esconder isso são absolutamente previsíveis e desprovido de conteúdo, como sempre.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: