Mulher Saca Arma Para Impedir Instalação de Medidor Inteligente

Proprietários rejeitam intrusão inconstitucional

http://www.prisonplanet.com/woman-pulls-gun-to-prevent-smart-meter-installation.html

Paul Joseph Watson Prison Planet.com Quinta, 19 de Julho de 2012 

Uma mulher do distrito de Harris sacou uma arma para um trabalhador da CenterPoint Energy para impedir a instalação de um medidor inteligente, em um enfrentamento que evidencia as preocupações com os dispositivos sendo usados para espionar o consumo de energia dos americanos, assim como seus possíveis impactos na saúde.

Telma Taormina, de 55 anos, possui avisos colocados eu seu portão frontal advertindo aos funcionários de empresas de serviços para não cruzarem sua propriedade, assim como outro que diz, “ Nenhum medidor inteligente será instalado nesta propriedade. ”

No entanto, isso não impediu um empregado da CenterPoint Energy de tentar substituir o antigo medidor de energia de Taormina por um novo dispositivo que transmite via rede sem fio as informações sobre o uso de energia de cada residência para um dispositivo central.

Quando o empregado começou a usar a força para retirar Taormina do caminho, em uma tentativa de instalar o medidor inteligente, Taormina sacou sua arma e exigiu que o empregado deixasse sua propriedade.

Nossa constituição nos permite recusar esse tipo de intromissão em nossa privacidade, ” disse Taormina a Khou11News. “ Eles poderão saber se você está usando o computador, ar condicionado, o que quer que seja. ”

Realmente, especialistas em privacidade tem alertado que os medidores inteligentes poderiam ser usados para espionar os consumidores de inúmeras e diferentes maneiras, incluindo “ quais aparelhos estão sendo usados individualmente e até mesmo que programas estão sendo assistidos na TV. ”

A European Data Protection Supervisor (EDPS) alerta que a expansão dos medidores inteligentes vão permitir “ captação maciça de dados pessoais ” por concessionárias de serviços públicos e governos, rastreando o que as famílias fazem na privacidade de seus lares, saber se eles estão ausentes a trabalho ou de folga, se alguém usa um monitor de bebê ou dispositivo médico especial, ou o que eles fazem nas horas vagas.

Taormina e seu marido também manifestaram temores sobre os possíveis impactos dos medidores inteligentes na saúde.

A Academia Americana de Medicina Ambiental e outros órgãos de saúde expressaram preocupação sobre os possíveis efeitos nocivos das ondas de rádio emitidas pelos medidores inteligentes e pediram a interrupção da instalação dos dispositivos.

O grupo recentemente advertiu que pessoas portadoras de “ doenças neurológicas ou degenerativas, anomalias genéticas e outras condições de saúde, ” deveriam evitar os medidores inteligentes porque elas poderiam ser “afetadas negativamente pelas frequências eletromagnéticas (EMF) e pelos campos de radiofrequência (RF), ” emitidos pelos dispositivos.

A Comissão de Serviços Públicos está agora discutindo se deve permitir aos proprietários remover os medidores inteligentes que já tenham sido instalados. Em outras áreas do país, as concessionárias de serviços públicos estão forçando os moradores a pagar uma taxa extra para ficar com os tradicionais medidores analógicos.

A CenterPoint Energy está agora ameaçando levar Taormina ao tribunal devido a suas ações para obrigar o trabalhador da empresa a sair de sua propriedade. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: