Estudo revela que as pessoas trabalhando em casa devido à crise estão levando vidas menos saudáveis

Quarta, 8 de Abril de 2020 porFranz Walker

https://www.naturalnews.com/2020-04-08-people-working-from-home-due-to-coronavirus-less-healthy-lives.html

Rorschabr
PlanetaPrisão
10 de Abril de 2020

Coronavirus-Isolation-Work-Home-Computer

(Natural News) Embora trabalhar em casa e evitar sair supostamente evita que as pessoas fiquem doentes durante o surto de coronavírus, parece que isso também pode torná-las menos saudáveis. Um novo estudo do Reino Unido revela que as pessoas que estão trabalhando em casa estão levando vidas menos saudáveis.

Uma pesquisa com 500 trabalhadores realizada pelo Instituto de Estudos do Emprego do Reino Unido (IES)¹ mostra que as pessoas que trabalham em casa estão bebendo mais álcool, comendo menos alimentos saudáveis e dormindo menos. O estudo também revela um aumento significativo de enfermidades nos ossos, músculos, ligamentos, tendões e nervos.

Comendo de forma menos saudável e bebendo mais álcool

Os resultados da Pesquisa de Bem-Estar do Trabalho em Casa da IES indicam que dieta e exercícios estão em declínio. Cerca de 33%, um terço dos entrevistados, afirmou que estava comendo menos. No entanto, um quinto dos entrevistados admitiu que estava bebendo mais álcool do que antes.

Enquanto isso 60% dos entrevistados, mais da metade, admitiram que estavam exercitando-se menos do que antes. Esse número ocorre porque as medidas de isolamento e distância social resultaram em academias fechando não apenas no Reino Unido, mas também em outros países como os EUA.

A falta de exercício não é a única penalidade física que está afetando as pessoas que estão trabalhando em casa. A pesquisa observa que houve um aumento significativo de queixas músculo esqueléticas entre os entrevistados. Mais da metade dos pesquisados relatou sentir novas dores desde que começou a trabalhar em casa.

A maioria dessas novas dores sentidas pelos entrevistados parece estar relacionada à coluna vertebral e as costas: 55% dos entrevistados queixaram-se especificamente de ter mais dores nas costas. Enquanto isso, 58% também se queixaram de dores no pescoço e 56% de dores no ombro.

Uma coisa que os entrevistados estão perdendo é o sono devido a uma infinidade de razões. A maioria dos entrevistados, 64% precisamente, afirmou que estava perdendo o sono devido a preocupação. Enquanto isso, 60% também admitiu sentir o aumento dos sintomas de cansaço. Este aumento pode ser por trabalhar muito e em horários irregulares, algo que 48% dos entrevistados disseram que tinham que fazer.

A saúde mental também é afetada

A pesquisa também perguntou sobre a saúde mental dos entrevistados. Os resultados mostram uma força de trabalho que parece ter muito em que pensar.

O equilíbrio entre a vida profissional e pessoal parece ser uma significativa preocupação, com 50% dos entrevistados infelizes com isso. Outros, exatos 33%, se sentem isolados devido ao bloqueio.

A permanência no emprego era outra grande preocupação, principalmente porque a economia global está desacelerando devido as medidas para controlar o vírus. 21% dos entrevistados estavam preocupados se eles ainda seriam capazes de manter seus empregos durante a crise.

Finalmente, a saúde dos membros da família também é um motivo de preocupação para as pessoas. Quase metade dos entrevistados, 48%, estava preocupada com isso.

Enfrentando desafios de saúde enquanto trabalha em casa

Os resultados da pesquisa do IES parecem mostrar que aqueles que trabalham em casa durante a crise atual encaram desafios significativos para o seu bem-estar. Com mais pessoas fazendo isso enquanto o surto continua, esses desafios são algo que os trabalhadores e seus empregadores terão que considerar.

” Essas descobertas provisórias mostram o quadro de uma nova força de trabalho em casa que enfrenta desafios significativos de bem-estar físico e mental “, disse Stephen Bevan, chefe de desenvolvimento de pesquisa de recursos humanos do Instituto de Estudos do Emprego.

” Os empregadores precisam reconhecer que ainda são responsáveis pelo bem-estar de seus funcionários, mesmo quando trabalham em casa “, acrescentou Bevan.

Agora que foram identificados esses problemas, o desafio para quem trabalha em casa é descobrir como resolvê-los enquanto estão em suas casas. Esses trabalhadores provavelmente terão que descobrir seus próprios métodos para tratar de dores nas costasalimentar-se melhor e outros problemas que o trabalho em casa pode causar.

As fontes incluem:

DailyMail.co.uk

Employment-Studies.co.uk

¹https://www.employment-studies.co.uk/

IES

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: