Psicologia humana: a mídia de massa define a realidade

30/05/2020

https://www.henrymakow.com/2020/05/mass-media-defines-reality.html?_ga=2.267791373.2048264924.1590513983-929067598.1571665078

media-dees

Por que as pessoas temem a doença mas não a pobreza ou a fome ?

Porque a mídia não fala sobre esses dois assuntos.

Por que os cartéis de mídia precisam ser destruídos ?

Traduzido do original por Aliasy

(henrymakow.com)

É incrível a facilidade com que as pessoas escorregaram pela pirâmide de Maslow

Liberdade, dignidade e até mesmo a prosperidade não são necessárias. As pessoas estão prontas para morrer de fome, desde que não adoeçam do coronavírus.

O medo tem uma característica bruta, totalmente interna.

Maslow pyramid

Na verdade, este medo é ainda mais forte do que o medo da morte, ja que morrer de fome parece preferível do que ser infectado pelo coronavírus (que leva à morte em uma pequena minoria dos casos).

E por quê? Porque a morte por fome, bem como por outras doenças, não está na mídia. Sendo assim não existe. As particularidades da era da informação na sociedade: o que não está na mídia não existe.

E, do modo oposto, apenas existe o que está na mídia.

E isso acaba por ser um paradoxo: as modernas tecnologias de mídia manipulam o antigo instinto básico – o medo da morte.

E foi além disso, chegou em um nível que subjugou o instinto de autopreservação.

Por que o instinto de autopreservação foi subjugado ? Porque, tendo concordado em sacrificar a liberdade, a dignidade e o direito à vida (porque não conseguem viver sem “as coisas boas da vida”), a humanidade entrou em um trem com uma passagem de ida para o inferno.

Para cada pessoa, a velocidade do trem e o número de paradas nas estações ao longo do caminho podem variar, mas o destino final é claro.

Certa vez, Winston Churchill disse: “Entre desonra e guerra, nós escolhemos desonra. No final, tivemos as duas coisas”.

Então, aqui temos a mesma coisa: escolhemos uma renúncia completa de direitos em troca de proteção contra o vírus.

O vírus não vai a lugar nenhum.

Mas nós não temos mais direitos e nunca teremos.

Porque agora, para recuperarmos esses direitos, eles precisam ser reconquistados.

Será uma guerra longa e difícil.

Mas não para as pessoas que cancelaram todos os seus direitos apertando um botão.


A Medicina perdeu sua dignidade

03/05/2020

Eu tenho muito nojo dessas pessoas

https://www.henrymakow.com/2020/04/-medicine-has-lost-its.html?_ga=2.188791790.41322444.1588316562-929067598.1571665078

 Por MA

(henrymakow.com)

Rorschabr
PlanetaPrisão
23 de Abril de 2020

Nurses dance

Quando estudei assistência médica na faculdade havia muitos estudantes que estavam fazendo uma ponte entre a enfermagem profissional e funções relacionadas. Posso garantir que essas pessoas não são melhores que ninguém. A propaganda de que eles são pilares morais da sociedade é ridícula. A maioria NÃO entra na profissão por vocação – esses dias acabaram.

A maioria entra porque não sabe o que fazer de suas vidas, e o dinheiro e o status social associados a essa profissão são atraentes. Eu realmente sinto muito por aquelas que ingressaram na profissão porque tem vocação para ajudar as pessoas – devem viver um inferno cercadas por idiotas incompetentes e indiferentes.

Desculpe se isso parece uma opinião severa, mas essas pessoas em geral não são realistas, inteligentes ou capazes de pensar criticamente. Se fossem, questionariam a massiva prescrição inescrupulosa de drogas, cirurgias e vacinas sem necessidade. Elas também nunca questionam o aborto em massa ou a eutanásia. Os indivíduos que questionam essas coisas são todos forçados a sair da indústria médica, tornando-a ainda mais carente de pessoas com consciência e capacidade de pensar criticamente.

Passou a ser uma profissão para o indivíduo burro e de mente robótica que nunca se libertará de sua programação. Apenas um robô que repete e legitima as instruções estabelecidas pelo cartel médico-farmacêutico.

Eu desprezo os aplausos aos profissionais de saúde, tanto quanto aos militares e policiais ; essas pessoas não são e nunca serão melhores do que eu.

Além disso, o fato de POUCAS enfermeiras revelarem publicamente informações sobre esse vírus (e como não é tão mortal quanto parecia) dá ainda mais credibilidade ao meu argumento de que essas pessoas não são moralmente superiores; elas são culpadas deste crime porque estão em silêncio. Sua culpa é composta então pelo fato de estarem aceitando elogios do público e não resistirem a exaltação do seu status de “salvadores da humanidade” e heróis da “linha de frente”.

Última ceia enfermeiras

A vaidade e soberba do ser humano não conhece limites

Eu tenho muito nojo dessas pessoas.

Eu os desprezo quase tanto quanto aos policiais. Falando nisso, eu estava voltando para casa hoje do trabalho (ainda tentando sobreviver por conta própria sem receber bençãos do governo) e um policial estava montando uma armadilha de velocidade em um dos povoados mais pacíficos do Canadá – tentando apanhar pessoas que ainda se atrevem a trabalhar para viver. Que pessoa desprezível.

Eu odeio ver covardes serem exaltados como se fossem santos, eles odeiam a Deus o tempo inteiro e não possuem mérito em nada. É uma das coisas que provavelmente me deixa mais furioso do que qualquer outra nesta nova ordem mundial. É como ter fariseus hipócritas com suas mãos vermelhas com o sangue de Cristo e Seus santos, regozijando-se sobre você como se fossem os verdadeiros filhos de Deus; provocando você, enquanto balançam na sua frente as correntes que pretendem usar para te prender.

Notas do Tradutor :
¹ O autor do artigo identificou-se pelo pseudônimo de MA
² Concordo com a visão do autor ressaltando que quando se escolhe uma profissão os riscos são conhecidos e que acredito que existem pessoas dignas nas atividades de medicina, enfermagem, policiais, bombeiros, etc.. mas o Sistema é difícil de ser combatido e que os melhores profissionais quase nunca são valorizados e o medíocres e/ou o mau caráter é exaltado.


Estudo revela que as pessoas trabalhando em casa devido à crise estão levando vidas menos saudáveis

10/04/2020

Quarta, 8 de Abril de 2020 porFranz Walker

https://www.naturalnews.com/2020-04-08-people-working-from-home-due-to-coronavirus-less-healthy-lives.html

Rorschabr
PlanetaPrisão
10 de Abril de 2020

Coronavirus-Isolation-Work-Home-Computer

(Natural News) Embora trabalhar em casa e evitar sair supostamente evita que as pessoas fiquem doentes durante o surto de coronavírus, parece que isso também pode torná-las menos saudáveis. Um novo estudo do Reino Unido revela que as pessoas que estão trabalhando em casa estão levando vidas menos saudáveis.

Uma pesquisa com 500 trabalhadores realizada pelo Instituto de Estudos do Emprego do Reino Unido (IES)¹ mostra que as pessoas que trabalham em casa estão bebendo mais álcool, comendo menos alimentos saudáveis e dormindo menos. O estudo também revela um aumento significativo de enfermidades nos ossos, músculos, ligamentos, tendões e nervos.

Comendo de forma menos saudável e bebendo mais álcool

Os resultados da Pesquisa de Bem-Estar do Trabalho em Casa da IES indicam que dieta e exercícios estão em declínio. Cerca de 33%, um terço dos entrevistados, afirmou que estava comendo menos. No entanto, um quinto dos entrevistados admitiu que estava bebendo mais álcool do que antes.

Enquanto isso 60% dos entrevistados, mais da metade, admitiram que estavam exercitando-se menos do que antes. Esse número ocorre porque as medidas de isolamento e distância social resultaram em academias fechando não apenas no Reino Unido, mas também em outros países como os EUA.

A falta de exercício não é a única penalidade física que está afetando as pessoas que estão trabalhando em casa. A pesquisa observa que houve um aumento significativo de queixas músculo esqueléticas entre os entrevistados. Mais da metade dos pesquisados relatou sentir novas dores desde que começou a trabalhar em casa.

A maioria dessas novas dores sentidas pelos entrevistados parece estar relacionada à coluna vertebral e as costas: 55% dos entrevistados queixaram-se especificamente de ter mais dores nas costas. Enquanto isso, 58% também se queixaram de dores no pescoço e 56% de dores no ombro.

Uma coisa que os entrevistados estão perdendo é o sono devido a uma infinidade de razões. A maioria dos entrevistados, 64% precisamente, afirmou que estava perdendo o sono devido a preocupação. Enquanto isso, 60% também admitiu sentir o aumento dos sintomas de cansaço. Este aumento pode ser por trabalhar muito e em horários irregulares, algo que 48% dos entrevistados disseram que tinham que fazer.

A saúde mental também é afetada

A pesquisa também perguntou sobre a saúde mental dos entrevistados. Os resultados mostram uma força de trabalho que parece ter muito em que pensar.

O equilíbrio entre a vida profissional e pessoal parece ser uma significativa preocupação, com 50% dos entrevistados infelizes com isso. Outros, exatos 33%, se sentem isolados devido ao bloqueio.

A permanência no emprego era outra grande preocupação, principalmente porque a economia global está desacelerando devido as medidas para controlar o vírus. 21% dos entrevistados estavam preocupados se eles ainda seriam capazes de manter seus empregos durante a crise.

Finalmente, a saúde dos membros da família também é um motivo de preocupação para as pessoas. Quase metade dos entrevistados, 48%, estava preocupada com isso.

Enfrentando desafios de saúde enquanto trabalha em casa

Os resultados da pesquisa do IES parecem mostrar que aqueles que trabalham em casa durante a crise atual encaram desafios significativos para o seu bem-estar. Com mais pessoas fazendo isso enquanto o surto continua, esses desafios são algo que os trabalhadores e seus empregadores terão que considerar.

” Essas descobertas provisórias mostram o quadro de uma nova força de trabalho em casa que enfrenta desafios significativos de bem-estar físico e mental “, disse Stephen Bevan, chefe de desenvolvimento de pesquisa de recursos humanos do Instituto de Estudos do Emprego.

” Os empregadores precisam reconhecer que ainda são responsáveis pelo bem-estar de seus funcionários, mesmo quando trabalham em casa “, acrescentou Bevan.

Agora que foram identificados esses problemas, o desafio para quem trabalha em casa é descobrir como resolvê-los enquanto estão em suas casas. Esses trabalhadores provavelmente terão que descobrir seus próprios métodos para tratar de dores nas costasalimentar-se melhor e outros problemas que o trabalho em casa pode causar.

As fontes incluem:

DailyMail.co.uk

Employment-Studies.co.uk

¹https://www.employment-studies.co.uk/

IES


Como robôs logo vão tirar a virgindade dos adolescentes: Professor avisa que sexo com bonecos pode impedir pessoas de criarem relações com humanos

03/07/2016

Adolescentes podem perder a virgindade com robôs sexuais no futuro, alerta especialista

Professor afirma: bonecos sexuais androides podem trazer consequências terríveis para a sociedade

Bonecos robôs sexuais realistas com reconhecimento parcial de voz já estão nos mercados dos EUA e Japão

Por COLIN FERNANDEZ correspondente de ciências para O DAILY MAIL

http://www.dailymail.co.uk/news/article-3634399/How-robots-soon-teens-virginity.html#ixzz4CzGouVz1

Tradução: Rorschachbr
PlanetaPrisão,
03 de Julho de 2016

Adolescentes podem perder a virgindade com robôs sexuais no futuro, predisse ontem um dos maiores especialistas.

Professor Noel Sharkey, professor emérito de robótica da Universidade de Sheffield, advertiu que bonecos sexuais androides podem trazer consequências danosas para a sociedade.

Ele disse que assim como o crescimento da pornografia na Internet pegou o governo de surpresa, uma tremenda revolução robótica semelhante está a caminho – com extensas consequências.

Professor Noel Sharkey, professor emérito de robótica da Universidade de Sheffield, advertiu que bonecos sexuais andróides podem trazer consequências danosas para a sociedade se os adolescentes perderem a virgindade com eles.(imagem de arquivo)

O professor Sharkey, discursando no Festival de Ciência de Cheltenham, explicou que ele era “ bastante flexível em relação a sexo. ”

Mas ele explicou: “ Não é um problema fazer sexo com uma máquina. Mas e se for sua primeira vez, a sua primeira relação? ”

“ O que você pensaria sobre o sexo oposto, então? O que você acharia que são um homem ou uma mulher? ”

Ele acrescentou: “ Isso vai atrapalhar no mundo real, impedir que as pessoas criem relações com pessoas normais. ”

Bonecos robôs sexuais realistas com reconhecimento parcial de voz já estão nos mercados dos EUA e Japão.

Dispositivos como Roxxxy (foto), possuem recurso opcional de “ fala ”, já podem ser adquiridos on-line por cerca de £ 7.000

Professor Sharkey disse que essas bonecas não devem ser vendidas a menores de 16 anos, mas que inevitavelmente cairão nas mãos de adolescentes.

Ele disse: “ Robôs sexuais estão disponíveis atualmente e certamente [serão populares] dentro dos próximos dez anos. Eu acho que haverá um limite de idade. Com certeza deverá existir, mas se o seu pai ou sua mãe tiverem um, você poderá utilizar em segredo.

Atualmente os bonecos robôs sexuais disponíveis variam, destacando-se o modelo chamado TrueCompanion – Roxxxy para o modelo feminino e Rocky para o masculino – vendido por £ 6.900 nos EUA. As bonecas podem ser personalizadas e a empresa oferece uma infinidade de tons de pele, rostos e cores de cabelo para os clientes poderem escolher.

Entretanto, os robôs realmente autônomos que podem ” pensar ” e agir como seres humanos estão ainda há alguns anos de distância.

Outro especialista em robótica, Dra. Kathleen Richardson, da Universidade de Montfort, pediu que os bonecos sexuais tenham sua importação proibida na Grã-Bretanha.

Ela afirmou à BBC no ano passado: “ robôs sexuais parecem ser um foco crescente na indústria da robótica e os modelos que são produzidos – em relação a aparência e as funcionalidades – são certamente perturbadores. ”

” Nós acreditamos que a invenção desses robôs prejudicará ainda mais as relações entre homens e mulheres, adultos e crianças, homens e homens, e mulheres e mulheres. ”

Adolescentes sob risco de perder sua virgindade com sofisticados robôs humanóides como Roxxxy. (foto)


Os “Artistas” Contra O Povo

20/05/2016

Hipócritas e parasitas revelam o desprezo pelas pessoas que os idolatram e mostram sua verdadeira face

Rorschachbr
PlanetaPrisão
Sexta, 20 de Maio de 2016

Hypocrites and parasites,will come up and take a bite.
Hipócritas e parasitas vão aparecer e dar uma modida.
Bob Marley
não poderia ser mais preciso.
A máscara caiu. A carapuça serviu.

Em um momento de grave crise econômica do Brasil os “artistas” estão seriamente preocupados com a extinção do ministério da cultura. Não estão preocupados com os problemas das pessoas comuns, aquelas que consomem sua “arte”. O processo que seguiu o que está na Constituição foi chamado de “golpe”. Defesas apaixonadas da manutenção da “presidenta” que enganou a nação escondendo a problemática situação da “pátria educadora” com argumentos pífios. O atual presidente, Michel Temer, teve exatamente a mesma quantidade de votos que a ex. Eram da mesma chapa.

Em uma época que pessoas comuns estão perdendo seus empregos alguns estão recebendo cachês fora da realidade. Em uma época que a violência aumentou de forma assustadora alguns estão comprando carros blindados. Em uma época que os serviços de saúde pública não conseguem nem atender as necessidades básicas das pessoas alguns estão preocupados com seus próximos procedimentos estéticos.

Apesar do presidente Michel Temer ter cedido as pressões e ter deixado o inútil Ministério da Cultura do jeito que sempre foi, apesar dos escândalos relacionados a Lei Rouanet (que isenta de impostos quem gasta com babaquice só por dizer que é cultura), apesar da sacanagem que estão fazendo até com quem precisa do seguro desemprego, tem gente que está vivendo há mais de 2 meses no prédio do MinC no Rio de Janeiro.

Estão ainda esperançosos /de que sua mãezona volte ao poder e prossiga com o pagamento de suas mesadas. Que tipo de pessoa fica vivendo em um prédio público ?

Essas pessoas trabalham, tem família, residência, filhos? Como conseguem se sustentar?

A polícia federal teve que ser utilizada para retirar os desocupados mas mesmo assim eles não querem ir para as suas casas e resolveram fazer um “ viradão cultural ”.


1964 – Homenagem aos Verdadeiros Heróis do País

31/03/2014

Que país é esse que não reconhece aqueles que deram sua vida pela liberdade?
Rorschachbr
PlanetaPrisão
Segunda , 31 de Março de 2014

Quem são os heróis do nosso país? Artistas e esportistas que sugam junto com os políticos o dinheiro dos impostos ? Ou aqueles que lutaram para que um sistema ditatorial não fosse implantado ? A ironia é que enquanto a mídia insiste em desmoralizar as Forças Armadas o próprio sistema teve que suplicar ajuda dos mesmo militares para salvar o Rio de Janeiro do caos.

Até mesmo um país inexpressivo como a Jamaica demonstra mais consciência do que são verdadeiros heróis, visto que Bob Marley não é considerado um herói nacional embora tenha sido o maior artista daquele país.

Gostaria de agradecer a todos os bravos militares que lutaram em todas as contra-revoluções e na 2ª Grande Guerra Mundial e sequer são lembrados por este país de MERDA.

Muito obrigado.

 


A Revolta dos Playboys

01/07/2013

Rorschachbr
PlanetaPrisão
Segunda-feira, 1 º de Julho de 2013

Sexta-Feira, início do Carnaval. Subo no ônibus na Barra em direção ao Centro via orla. Ao passar pela roleta noto os passageiros diferentes do habitual. Uma rapaziada jovem e forte. Nenhum negro. Bebendo e fumando cigarro. Aquela batucada típica dos bons tempos de Maracanã. Apesar do comportamento não houve desrespeito direto aos passageiros. A batucada foi virando destruição do ônibus. O linguajar era típico de integrantes de facções cariocas mas dentro do contexto deles. Estavam indo preparados para um confronto com rivais. O líder do grupo estava portando um soco inglês e incentivou os demais a não correr do pau. Quebraram o coletivo com muita vontade. Não devem usar essa linha. E assim seguimos viagem sem que o motorista tomasse qualquer atitude até a descida do grupo em Ipanema. Até uma janela foi arrancada. O sentimento era unânime entre os passageiros, uma mistura de revolta e perplexidade. Não aparentavam ser jovens de baixa renda, como dizem nos noticiários, logo esse tipo de atitude infantil incomoda muito os simples passageiros cotidianos, já revoltados com o péssimo serviço. Como eram muitos ninguém falou nada. E a vida seguiu.

Nunca pensei que a revolta dos playboys seria um fenômeno em grande escala que iria explodir no Brasil inteiro. Essa grande massa que está indo as ruas em sua maioria é composta por eles. Nas grandes metrópoles é grande o número de parasitas da sociedade. Pessoas que não trabalham nem informalmente e vivem as custas de outras pessoas e/ou do governo. Não estou falando dos pensionistas e das donas de casa, mas provavelmente de seus dependentes. Estou falando de um fenômeno que impacta diretamente na economia de todo o país. Seja o estudante de uma vida inteira que nunca vai se formar ou aquele favelado que vive entre os mundos do tráfico e do carnaval. Estou falando dos jovens que nunca assumem nenhuma responsabilidade em suas vidas vivendo sob a sombra dos pais.

Que moral tem essa juventude exaltada pela mídia manipulada para protestar por qualquer coisa ? Como alguém pode protelar um negócio chamado passe livre ? Provavelmente pessoas que não tem noção do que é ganhar dinheiro. Pessoas que acreditam que uma entidade chamada governo deve prover tudo em suas vidas, assim como seus pais fazem. Diante da realidade que se impõe na forma da crescente crise econômica do Brasil os playboys revoltados foram para a rua fazer pirraça quebrando tudo. Estão de fato apavorados. Muitos já ficaram sem suas empregadas domésticas. Um duro golpe.

Embora muitas pessoas trabalhadoras tenham juntado-se aos protestos conferindo uma certa legitimidade, até por causa dos gastos superfaturados com os eventos, quem foi chamado para conversar foram os estudantes.

Falem sério, vocês acham que as pessoas que moram longe do Centro do Rio ficariam protestando até tarde ? Os usuários dos ramais Japeri e Santa Cruz devem ficar preocupados com a hora em que vão chegar em casa. Se nos dias normais já é complicado, imagina nos dias de baderna.

Vou deixar bem claro o que penso a respeito dessa onda de protestos com relação ao Rio de Janeiro. Assim como os playboys que quebraram o ônibus existem em todas as classes sociais pessoas que aproveitam-se de situações para praticar ações que prejudicam outras pessoas sem nenhuma relação com a luta pelo bem coletivo. Pensam apenas em si próprias. Os saques nas lojas e os arrastões na Avenida Brasil são a prova disso. E a mão da justiça continua agindo da mesma forma. Os playboys meteram a porrada na PM mas não ficaram na cadeia e os favelados que não deram tiro no Bope foram para o cemitério. E ainda ficam gastando milhões em propaganda para dizer que o Rio de Janeiro está mudando. E o pior é que sou obrigado a concordar. Zumbis do crack, engarrafamentos diários, imóveis supervalorizados, alto custo de vida. Até o Maracanã não é mais para o povão.

Estou começando a me sentir como se morasse em São Paulo…


As Ruas da América Em Um Futuro Muito Próximo…

14/04/2013

http://www.prisonplanet.com/the-streets-of-america-in-the-very-near-future%E2%80%A6.html

Mac Slavo
SHTFPlan.com
March 22, 2013

Temos visto isso repetidas vezes ao longo dos últimos cinco anos. Governos excedendo sua autoridade e castigando seu povo por causa das ações dos conglomerados bancários da elite, políticos sujos e entidades reguladoras compradas.

Islândia, Grécia, Irlanda, Hungria, Argentina, Espanha e Portugal foram todos saqueados em nome da suposta estabilidade e recuperação.

Hoje estamos vendo isso no Chipre, onde financiadores da Zona do Euro tem ameaçado não somente roubar as economias pessoais da população, mas cortar por tempo indeterminado o acesso as contas bancárias. E como já vimos em outros locais, as pessoas estão ficando sem acesso.

Assim como após o furacão Sandy, levou apenas 72 horas de acesso restrito à dinheiro e bens de primeira necessidade para que o povo ocupasse as ruas com tumultos e protestos maciços.

As imagens abaixo descrevem o que está reservado para os Estados Unidos em um futuro muito próximo, quando nosso próprio sistema bancário entrar em colapso novamente e os americanos ficarem sem acesso ao seu dinheiro ou tiverem limitada a quantia disponível para saque.

Quando os bancos fecharem sua única opção vai ser os caixas eletrônicos, e a maioria estará sem dinheiro.


(Imagens são cortesia do Zero Hedge)

E dentro de 72 horas, quando perceberem a magnitude do evento, as pessoas já não ficarão em fila pacificamente, ao contrário, vão invadir as repartições do governo e os bancos assim como fizeram no Chipre (e outros locais).

Existe uma diferença fundamental a ser levada em conta entre os tumultos no Chipre e os que enfrentaremos aqui nos Estados Unidos.

Veja, o governo dos EUA e o Pentágono tem treinado ativamente neste cenário por anos. Eles sabem que um colapso econômico e os distúrbios civis que o sucederão são uma consequência inevitável do nosso atual paradigma. Portanto, eles passaram a maior parte dessa crise treinando a Guarda Nacional para reagir aos protestos maciços, com exercícios coordenados envolvendo as forças policiais locais e militares.

Existe um motivo para o Departamento de Segurança Interna ter armazenado quase dois bilhões de cartuchos de munições.

O que esperam os americanos quando isto ocorrer é completamente diferente da reação das autoridades governamentais em outras partes do mundo.

Um colapso financeiro neste país não pode ser evitado. Faça tudo que puder agora para garantir que você não seja parte da multidão quando isso acontecer.


Mulher Saca Arma Para Impedir Instalação de Medidor Inteligente

03/09/2012

Proprietários rejeitam intrusão inconstitucional

http://www.prisonplanet.com/woman-pulls-gun-to-prevent-smart-meter-installation.html

Paul Joseph Watson Prison Planet.com Quinta, 19 de Julho de 2012 

Uma mulher do distrito de Harris sacou uma arma para um trabalhador da CenterPoint Energy para impedir a instalação de um medidor inteligente, em um enfrentamento que evidencia as preocupações com os dispositivos sendo usados para espionar o consumo de energia dos americanos, assim como seus possíveis impactos na saúde.

Telma Taormina, de 55 anos, possui avisos colocados eu seu portão frontal advertindo aos funcionários de empresas de serviços para não cruzarem sua propriedade, assim como outro que diz, “ Nenhum medidor inteligente será instalado nesta propriedade. ”

No entanto, isso não impediu um empregado da CenterPoint Energy de tentar substituir o antigo medidor de energia de Taormina por um novo dispositivo que transmite via rede sem fio as informações sobre o uso de energia de cada residência para um dispositivo central.

Quando o empregado começou a usar a força para retirar Taormina do caminho, em uma tentativa de instalar o medidor inteligente, Taormina sacou sua arma e exigiu que o empregado deixasse sua propriedade.

Nossa constituição nos permite recusar esse tipo de intromissão em nossa privacidade, ” disse Taormina a Khou11News. “ Eles poderão saber se você está usando o computador, ar condicionado, o que quer que seja. ”

Realmente, especialistas em privacidade tem alertado que os medidores inteligentes poderiam ser usados para espionar os consumidores de inúmeras e diferentes maneiras, incluindo “ quais aparelhos estão sendo usados individualmente e até mesmo que programas estão sendo assistidos na TV. ”

A European Data Protection Supervisor (EDPS) alerta que a expansão dos medidores inteligentes vão permitir “ captação maciça de dados pessoais ” por concessionárias de serviços públicos e governos, rastreando o que as famílias fazem na privacidade de seus lares, saber se eles estão ausentes a trabalho ou de folga, se alguém usa um monitor de bebê ou dispositivo médico especial, ou o que eles fazem nas horas vagas.

Taormina e seu marido também manifestaram temores sobre os possíveis impactos dos medidores inteligentes na saúde.

A Academia Americana de Medicina Ambiental e outros órgãos de saúde expressaram preocupação sobre os possíveis efeitos nocivos das ondas de rádio emitidas pelos medidores inteligentes e pediram a interrupção da instalação dos dispositivos.

O grupo recentemente advertiu que pessoas portadoras de “ doenças neurológicas ou degenerativas, anomalias genéticas e outras condições de saúde, ” deveriam evitar os medidores inteligentes porque elas poderiam ser “afetadas negativamente pelas frequências eletromagnéticas (EMF) e pelos campos de radiofrequência (RF), ” emitidos pelos dispositivos.

A Comissão de Serviços Públicos está agora discutindo se deve permitir aos proprietários remover os medidores inteligentes que já tenham sido instalados. Em outras áreas do país, as concessionárias de serviços públicos estão forçando os moradores a pagar uma taxa extra para ficar com os tradicionais medidores analógicos.

A CenterPoint Energy está agora ameaçando levar Taormina ao tribunal devido a suas ações para obrigar o trabalhador da empresa a sair de sua propriedade. 


O Psicopata Arnaldo Jabor na Avenida Brasil da Ficção

02/08/2012

Rorschachbr

Planeta Prisao

Quinta, 2 de Agosto de 2012

http://cbn.globoradio.globo.com/comentaristas/arnaldo-jabor/2012/04/13/O-PSICOPATA-VEIO-PARA-FICAR.htm

Arnaldo Jabor é uma figuraça. Ele diz que todos os problemas do mundo são culpa de George Bush. E que Obama é o melhor presidente do mundo. O pior é que eu acho que ele realmente acredita nisso. Usando truques de linguagem o pseudo-intelectual, que afirma acompanhar com “fervor” a novela, quer tornar a opinião dele em opinião coletiva.“ Os psicopatas nos fascinam ”, diz ele citando algumas das inverossímeis vilãs das ainda mais inverossímeis novelas de seu empregador. “ Antigamente torcíamos pelos mocinhos, identificávamo-nos com as vítimas, hoje os malvados são os heróis ”, afirma ele coberto de razão. Sim Arnaldo, a empresa em que você trabalha retrata em toda a sua programação um mundo invertido. Em todos os sentidos. “ Essas condições sociais e culturais na mídia e no tempo atual vão parindo legiões de psicopatas ”. O velho discurso da pobreza para justificar o mal. Mas calma aí. Culturais ?? É, vou ter concordar mais uma vez com você Arnaldo. Nos últimos anos assistimos a uma verdadeira revolução nos costumes da população brasileira. E qual seria o principal veículo de comunicação que ajudou em toda essa reengenharia social ? Até presidentes foram eleitos através desse brilhante trabalho de edição de imagens e biografias. Curiosamente nosso indignado velhinho afirma que governadores, ministros, congressistas, parece que todos roubam e negam. Você esqueceu ou omitiu propositalmente o cargo de presidente ? O maior exemplo da falta de caráter, a encarnação da falsa malandragem e da cara de pau não mereciam citação ? Bem, para quem afirmou “ torcer um pouco pelos bandidos ” isso não me surpreende. É uma declaração de capitulação diante do mal. Só faltou lembrar aquele velho ditado: “ se não pode vencê-los, junte-se a eles ”. Pena que o senhor Arnaldo só assiste TV, e a um único canal. Senão ele já teria visto um filme chamado 300, onde bravos guerreiros partem para uma missão suicida e em nenhum instante seu líder pensa em juntar-se aos vilões, mesmo sabendo que ele e seus comandados não escapariam com vida daquela batalha. Ao contrário do barbudo que se transformou depois que chegou ao trono, o rei Leônidas permaneceu firme até a morte, contrastando com a afirmação do Jabor de que “ um dia seremos todos psicopatas ”. É uma reação normal para quem está acostumado a assistir uma programação feita para mulheres. Sim, porque no mundo do plim-plim não existem homens de verdade, somente frouxos. Todos os personagens masculinos são retratados de uma forma em que as mulheres sejam as grandes e sábias protagonistas. Vejamos o Lineu da Grande Família. Embora seja um raro exemplo de família liderada por um homem, frequentemente suas atitudes são consideradas ultrapassadas e antiquadas, enquanto que a personagem Nenê, admirada por todos, tem como característica principal a tolerância. Qual o resultado dessa combinação maquiavélica ? Simples, o correto e honesto Lineu é um grande  OTÁRIO ! Trabalha para que dois vagabundos, o filho e o genro, vivam as suas custas. Embora o seriado já tenha vários anos e tenham ocorrido algumas mudanças, a essência é a mesma: os dois trapalhões inventando besteiras para no final das contas o babaca do Lineu segurar a onda deles, já que sua “ tolerante ” esposa sempre inventa algum motivo para o mané pagar o pato, sempre apelando para o emocional. O pior é quando nos deparamos com os “ Lineus ” da vida real, babacas que são marionetes nas mãos de seus familiares, sem coragem para falar alto, que deixam a filha dormir com o namorado em sua casa, o filho fazer o quer e não trabalhar, e por aí vai. E se sentem os Super-Pais, que fazem de tudo para não traumatizarem os filhos, e o pior é que se orgulham disso. São estes que criam as “ condições sociais e culturais ” que ajudam a formar os psicopatas que o Arnaldo Jabor tanto admira. Mas convenhamos, entre babacas e psicopatas, existem pessoas que conseguem ser as duas coisas. Concorda Arnaldo ?