Organização Mundial de Saúde enfrenta NOVOS pedidos para remover Tedros por ceder aos comunistas chineses em subestimar o surto de coronavírus

Quinta, 26 de Março de 2020 porJD Heyes

https://www.naturalnews.com/2020-03-26-calls-to-sack-whos-tedros-for-caving-chinese-commies-coronavirus.html

Rorschabr
PlanetaPrisão
29 de Março de 2020

TedrosOMS

(Natural News) Alimentados pelo contínuo suporte do diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, aos líderes chineses comunistas, inclusive ajudando a encobrir o desastroso surto de coronavírus de Wuhan, estão aumentando as solicitações à agência de saúde globalista para sua exoneração.

Conforme informado pelo Breitbart News, uma petição pedindo a demissão de Tedros e a inclusão de Taiwan como membro pleno na OMS alcançou mais de 500,000 assinaturas nesta Quinta, publicou o Taiwan News.

O jornal taiwanês publicou: 

Em 31 de Janeiro, um internauta chamado Osuka Yip iniciou uma petição intitulada “Pedido de exoneração de Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS” no Change.org, citando a recusa de Adhanom em 23 de janeiro em designar o coronavírus Wuhan (COVID -19) uma emergência de saúde global. O autor citou que ele tem sua parcela de culpa pelo número maior de casos de infectados, aumentados em dez vezes mais, de 800 para mais de 10.000, nos cinco dias seguintes.

Nós acreditamos fortemente que Tedros Adhanom Ghebreyesus não está apto para o cargo de Diretor Geral da OMS. Pedimos a renúncia imediata de Tedros Adhanom Ghebreyesus ”, diz a petição.

O documento aponta ainda que, apesar do suposto compromisso da agência internacional de saúde com a neutralidade política, é óbvio que Tedros estava fazendo o trabalho sujo para os comunistas chineses desde o início da pandemia viral.

Por exemplo, Tedros nunca contestou a taxa oficial de infecção por coronavírus da China de 81.226, ou o número de mortes ´confirmadas´ de 3.281 por vírus, apesar de vários relatórios terem constatado que as autoridades de saúde chinesas nas províncias subestimaram grosseiramente – e propositalmente – essa contagem. 

Ecomo informado pelo Natural News, os cúmplices da China na OMS, incluindo Tedros, atuaram substancialmente como propagandistas de Pequim repetindo a mentira de que o coronavírus não era tão ” contagioso “.

Enquanto isso, esse vírus ” não-contagioso ” infectou pelo menos meio milhão de pessoas em todo o mundo e matou mais de 24.000 até o momento.

Tedros como chefe de propaganda Chinês

Investigações preliminares conduzidas pelas autoridades chinesas não encontraram evidências claras da transmissão de humano para humano do novo #coronavírus (2019-nCoV) identificado em #Wuhan, #China”, twittou a OMS em meados de janeiro ”.

Obviamente, esse tweet depois ficou desacreditado.

Registre-se que, acrescenta o The Daily Caller, a mentira sobre as formas de transmissão não foi a única contada pelo regime comunista em Pequim. O governo informou que os primeiros casos do vírus foram registrados em meados de dezembro, mas depois fontes externas relataram que as autoridades de saúde chinesas estavam documentando e rastreando casos um mês antes, mas não relataram.

E tem mais.

O Taiwan News observou que o Ministério das Relações Exteriores do país alertou as autoridades da OMS sobre a capacidade de transmissão do vírus de humano para humano em 31 de dezembro, mas como o mundo trata Taiwan como uma província da China e não um país, ninguém ouviu. Cumplicidade com os comunistas faz parte da agenda.

” No entanto, a OMS não publicou as informações fornecidas em seu site e, em 8 de Janeiro, elogiou a identificação do vírus pela China sem recomendar nenhum procedimento específico para os viajantes”, observou o Taiwan News.

Além disso, Tedros atuou como chefe de propaganda de Pequim quando países como os Estados Unidos proibiram viagens para a China.

A China fez muitas coisas boas para desacelerar o vírus ”, disse ele no mês passado. “O mundo inteiro pode avaliar. Não é exagero”.

Ele insinuou que a proibição de viajar era “racista” e que sua implementação não apenas prejudicou a China economicamente, mas criou um “estigma”.

A propósito, quem acreditou nessa propaganda ? Essa é corrente da mídia americana, que é sempre rápida em apoiar regimes autoritários contra nosso presidente da ” América em primeiro lugar “.

De qualquer forma, Tedros provou repetidas vezes que o mundo não pode confiar em sua sinceridade quando se trata de expor a má conduta da China.

Fontes adicionais de informação:

NaturalNews.com

DailyCaller.com

Breitbart.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: